Pular para o menu

Brasil

Marco Aurélio diz que decisão do STF não atrapalha relações entre Brasil e Itália

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O assessor de Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia, disse nesta quinta-feira (9) que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que rejeitou a extradição e determinou a libertação imediata do ex-ativista político Cesare Battisti, não ameaça as relações entre os dois países. Ele argumenta que as discussões envolvem o Judiciário e não o Executivo.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Humala diz que Brasil é modelo de crescimento econômico com inclusão social

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Depois de se reunir nesta quinta-feira (9) com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, o presidente eleito presidente do Peru, Ollanta Humala, disse que o modelo econômico e social desenvolvido no Brasil deve ser tomado como exemplo por seu governo. No dia 28 de julho, ele toma posse e Dilma afirmou que estará presente. Para Humala, o crescimento econômico deve ocorrer paralelamente às ações de inclusão social.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Dilma destaca parceria estratégica entre Brasil e Venezuela

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Durante declaração à imprensa, nesta segunda-feira (6), após encontro com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, a presidenta Dilma Rousseff disse que há uma “parceria estratégica” ligando o Brasil e a Venezuela e que os dois países trabalham no sentido de fortalecer países desenvolvidos e democráticos na América do Sul.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

País quer relação comercial equilibrada com Brasil, diz Argentina

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A ministra da Indústria, Débora Giorgi, afirmou que a Argentina busca estabelecer uma "relação equilibrada" no comércio bilateral com o Brasil, de maneira que permita a continuidade da "reindustrialização" da Argentina.

O objetivo do próximo encontro será buscar uma relação comercial equilibrada que permita a continuidade da reindustrialização da Argentina, que é a única forma de ambos os países se beneficiarem", disse Débora Giorgi, em comunicado divulgado no sábado (28).

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Brasil só apoia intervenção militar na Líbia se houver definição do Conselho de Segurança da ONU

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A proposta de uma ação militar na Líbia, como defendem os Estados Unidos, a Inglaterra e a França, só será aceita pelo governo do Brasil, se houver autorização do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). A informação é do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, que leu um comunicado sobre a posição brasileira. Porém, ele lembrou que o Brasil apoiou a suspensão dos líbios no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, na semana passada.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Brasil comandará o Conselho de Segurança das Nações Unidas em fevereiro

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Na próxima terça-feira (1º), o Brasil assume a presidência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Em fevereiro, o comando será brasileiro. O posto é rotativo e sempre ocupado por um dos 15 membros do órgão. Há anos, o Brasil tenta ocupar um assento permanente no conselho e defende sua reforma. Ao assumir o comando, o objetivo é ampliar os debates para as áreas de conflito nas regiões mais pobres do mundo.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo