Pular para o menu

educação

Marcha pela educação promete reunir 20 mil estudantes em Brasília

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Ato começa com lavagem da escada do Banco Central. Protesto reivindica o investimento do equivalente a 10% do PIB no ensino

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

UNE convoca Marcha dos Estudantes para próxima quarta-feira, em Brasília

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
POR INVESTIMENTOS
Chamada: 
Na pauta está a defesa do investimento de 10% do PIB na educação para remuneração dos professores

A União Nacional dos Estudantes (UNE) vai reunir cerca de 20 mil estudantes em Brasília na próxima quarta-feira, dia 31, na passeata que ganhou o nome de “Marcha dos Estudantes”e faz parte do “Agosto Verde Amarelo”. Na pauta está a defesa do investimento de 10% do PIB na educação para remuneração dos professores, mais assistência estudantil, melhoria das escolas e de todos os níveis de ensino. Os estudantes também reivindicam 50% do fundo social do Pré-sal somente para o setor e a redução imediata dos juros no Brasil.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Novas regras para uso de verbas federais da educação proíbe uso de cheques e restringe saques

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Entram em vigor amanhã (27) as regras do decreto assinado em junho pela presidenta Dilma Rousseff que tornam mais duras as normas para o uso de verbas federais da educação e da saúde por estados e municípios. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) deve publicar na edição de hoje (26) do Diário Oficial da União resolução que regulamenta essas mudanças, entre elas a proibição do uso de cheques para pagar fornecedores.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mercadante defende uso de royalties do pré-sal em pesquisa e educação

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, voltou a defender nesta segunda-feira, 11, o uso dos royalties do petróleo da camada pré-sal para financiar gastos públicos em educação, ciência e tecnologia. Ele participou da conferência de abertura da 63ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Goiânia. Em sua opinião, os royalties servirão para reposicionar o país no cenário mundial. Para ele, não aproveitar os recursos dessa forma seria "o maior erro histórico" do Brasil.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Educação: trabalhador pode trocar horas extras por escola

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O empregado que comunica ao patrão que não poderá cumprir horas extras de trabalho porque isso prejudicaria seus estudos exerce um direito constitucional legítimo. Por isso, não pode ser demitido por justa causa por se recusar a trabalhar além do expediente para cursar a faculdade.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Governo vai conceder 75 mil bolsas de estudo no exterior até 2014

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (9) que o governo pretende conceder 75 mil bolsas de estudo no exterior até 2014. Segundo ela, cerca de 5 mil brasileiros estudam atualmente em países como a Alemanha, França e Estados Unidos. “É um desafio grande, mas podemos alcançá-lo”, disse.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Educação de qualidade e fim da pobreza são principais desafios do País

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Ao discursar na cerimônia de formatura de 109 diplomatas brasileiros, no Palácio do Itamaraty, em Brasília, a presidente Dilma Rousseff ressaltou a importância da erradicação da pobreza extrema, da Educação de qualidade e da reforma das instituições de governança internacional.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Pesquisa sobre população com diploma universitário deixa o Brasil em último lugar entre os emergentes

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Para concorrer em pé de igualdade com as potências mundiais, o Brasil terá que fazer um grande esforço para aumentar o percentual da população com formação acadêmica superior. Levantamento feito pelo especialista em análise de dados educacionais Ernesto Faria, a partir de relatório da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), coloca o Brasil no último lugar em um grupo de 36 países ao avaliar o percentual de graduados na população de 25 a 64 anos.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Estudantes protestam contra pacotes da maldade na Europa

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Juventude sem futuro. Este é o tema dos protestos que mobilizam jovens, principalmente universitários, em Portugal, na Espanha, na Itália e no Reino Unido. Além da falta de oportunidade no mercado de trabalho, o que mobiliza os estudantes é que, diante da crise econômica e dos elevados índices da dívida pública, a solução escolhida pelos governos foi cortar salários, pensões e investimentos na educação.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Ipea: Gasto social com educação é o que mais eleva o PIB

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em seu Comunicado nº 75, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revela a importância que os gastos sociais adquiriram no Brasil para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e a redução das desigualdades. Segundo o estudo, que usou como base dados de 2006, cada R$ 1 gasto com educação pública gera R$ 1,85 para o PIB, e o mesmo valor investido na saúde gera R$ 1,70. Foram considerados os gastos públicos assumidos pela União, pelos estados e municípios.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo