Pular para o menu

Ministro do STJ suspende andamento de ações que pedem correção do FGTS

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Economia
Chamada: 
Ministério Público Federal terá 15 dias para dar um parecer sobre o assunto, segundo o STJ

O Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Benedito Gonçalves, determinou a suspensão de todas as ações judiciais que pedem a correção de saldos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) por índices diferentes da TR (Taxa Referencial). A decisão foi tomada nesta quarta-feira (26), e será adotada com base no rito do regime de recurso repetitivo.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:
Divulgar conteúdo